Notícias
10/07/2016 13:36:13
A Chuva-de-ouro foi a árvore escolhida para ser o símbolo da festa este ano
A espécie Lophantera Lactescens é uma árvore muito exuberante com seus cachos de flores pendentes.

A Chuva-de-ouro foi a árvore escolhida para ser o símbolo da 43ª EAPIC, 2016. A espécie Lophantera Lactescens é uma árvore muito exuberante com seus cachos de flores pendentes. 

Originária da floresta amazônica, é semidecídua e pode atingir de 10 a 20 metros de altura. Apresenta copa de forma cônica ou piramidal. Os ramos são de coloração marrom clara, com estrias longitudinais e pequenos calos avermelhados, além de cicatrizes foliares bastante aparentes. 

As folhas são de coloração verde escura, grandes, glabras, opostas, simples, obovadas e com nervuras bem marcadas. Suas flores são amarelas e reúnem-se em longas inflorescências pendulares. Os frutos são do tipo cápsula. Floresce de Março a Agosto.

Tem grande utilização paisagística, devido ao seu espetacular aspecto quando florida. Apresenta crescimento moderado e é adequada para plantio isolado ou em grupos, embelezando parques e jardins, assim como na recuperação de áreas degradadas, principalmente próximas a rios e lagos. 

Sua madeira é medianamente dura, alaranjada e compacta e é utilizada localmente na construção civil, marcenaria e carpintaria.

As lofanteras devem ser cultivadas sob sol pleno, em solo fértil, úmido e enriquecido com matéria orgânica. Planta tipicamente tropical, não se desenvolve bem em climas frios. Multiplica-se por sementes. 

Desde 1997 a EAPIC escolhe uma espécie rara para integrar o banco de sementes que está sendo formado no Recinto de Exposições, esta é a 20ª árvore plantada pela comissão organizadora.

Desenvolvimento @fleg.com.br | 2016